História | Como surgiu o Asfalto?

por | out 15, 2021

HISTÓRIA DA EVOLUÇÃO DO ASFALTO

Com o desenvolvimento do homem e a necessidade de expandir o território, as estradas foram sendo criadas para deixar a superfície mais regular e livre de poeiras. Os egípcios, na Antiguidade, foram os pioneiros a criar as ligações entre locais. Para tanto, eles criaram rotas para facilitar e realizar os serviços religiosos e festivos.

Em seguida, os romanos foram os primeiros povos que aperfeiçoaram essa técnica de asfalto, criando o que chamamos, hoje, de pavimentação.  A história do asfalto romano ficou marcada, e uma das primeiras vias desenvolvidas foi a Via Appia Antica, construída em 312 a.C, que tinha o objetivo de estabelecer a ligação entre a sede romana e as províncias orientais.

Com o passar dos anos, surgiu a necessidade de expandir os territórios para interligar as cidades e os portos a fim de realizar operações agrícolas. Desse modo, a pavimentação foi se aprimorando. A princípio, a técnica dos romanos era construída por:

  1. Terreno natural, escavado até encontrar um material consistente;
  2. Statumen, lastro de pedras que ajuda a melhorar a condição de apoio cerca de 30 a 60 centímetros;
  3. Pedras fragmentadas, pedaços de ferro aglomerados com cal, areia, argila e cinza vulcânica, cerca de 25 a 30 centímetros;
  4. Pedras miúdas que funcionavam para impermeabilizar o pavimento, em torno de 30 a 50 centímetros;
  5. Rochas basálticas justapostas.

O uso dessa técnica de asfalto romano se estendeu por um bom tempo, até o século XVIII. Em 1770, mais precisamente, o engenheiro Pier-Maria Jerolame Trésaguet criou novos critérios de pavimentação. Conforme foram surgindo esses novos critérios, a necessidade de aprimoração fez as técnicas evoluírem.

Em 1820, o Engenheiro escocês John Loudon Mac-Adam criou uma nova maneira de desenvolver a pavimentação. Em suas anotações, ele mencionava que era preciso uniformizar o terreno com pedras cravadas e, em seguida, não era necessário utilizar a camada granular para o confinamento, o que permitiria, assim, o escoamento da água. 

As pedras tinham uma dimensão entre 40mm e 50mm, e eram espalhadas em camadas sobrepostas, de espessura crescente. 

Por volta de 1870, foi construído o primeiro asfalto de revestimento betuminoso, nos Estados Unidos da América. Daí em diante, o conceito de asfalto e os materiais utilizados foram se aperfeiçoando para conseguir resultados satisfatórios.

ASFALTO FRIO l SAIBA POR QUÊ ESSA É A MELHOR ESCOLHA

Cada vez mais, as ruas e as rodovias estão esburacadas. Essa questão se tornou um problema preocupante, pois, além de causar sérios acidentes, os buracos também danificam as rotas e atrapalham os veículos.

O asfalto, então, apresenta um valor imensurável no funcionamento da nossa sociedade e, consequentemente, tornou-se urgente dispor de empresas, como a Vila Betume,  usina de asfalto no Espírito Santo, que tem a missão de oferecer uma melhor qualidade quando o assunto é asfalto.

Mas você já ouviu falar no mais novo tipo de pavimentação, que é o asfalto frio? Ele é muito utilizado nos Estados Unidos e nos países da Europa para reparar estradas e ruas esburacadas. No Brasil, esse tipo de asfalto vem sendo utilizado como uma alternativa rápida e prática.

O asfalto frio é uma solução econômica e muito eficiente para reparar os buracos e os problemas de revestimento de maneira rápida. Ao aderir à pavimentação com asfalto frio, você investirá em praticidade, uma vez que ele já vem completamente pronto para uso, ou seja, não necessita de uma preparação prévia.

O asfalto frio também é impermeável, porque a sua composição não permite que a água se misture ao asfalto em si. Desse modo, não há comprometimento da aplicação do material. Ele, além disso, é comprovadamente seguro, devido ao fato de a composição não afetar a saúde do aplicador.

Outro ponto que favorece o uso de asfalto frio é a sua aderência, ou seja, uma vez aplicado, ele começa a aderir ao material e não se solta. O asfalto frio também é um muito benéfico por realizar o processo de revestimento de maneira ágil e eficiente. 

Portanto, o uso de asfalto frio se tornou, hoje em dia, a melhor opção. Essa possibilidade é uma revolução para reparos rápidos e eficientes em termos de qualidade e custo-benefício.

Usina de asfalto no Espírito Santo

Agora que você conhece a história do asfalto, entende as suas vantagens para a humanidade e, principalmente, sabe como a aplicação do asfalto frio é prática, não perca mais tempo.

A Vila Betume, Usina de asfalto no Espírito Santo, procura desenvolver as melhores soluções em asfalto, com os mais modernos recursos para atender bem aos nossos clientes.

Para saber mais sobre os nossos produtos de asfalto e adquiri-los com muitos benefícios, solicite um orçamento na Vila Betume, Usina de asfalto no Espírito Santo.

Outras Postagens

Trincas no Asfalto: Quais as Causas e Como Corrigir?

Trincas no Asfalto: Quais as Causas e Como Corrigir?

Motivos de o Asfalto Ficar com Trincas A presença de trincas no asfalto é um dos desafios recorrentes enfrentados na manutenção das vias pavimentadas. Essas fissuras lineares são mais do que meramente um problema estético; elas comprometem a integridade estrutural da...

ler mais
Falhas na Pavimentação Asfáltica Que Podem Causar Problemas

Falhas na Pavimentação Asfáltica Que Podem Causar Problemas

Causas das Falhas na Pavimentação Asfáltica  As falhas na pavimentação asfáltica são o resultado de uma série de fatores complexos que podem comprometer a integridade e a durabilidade das estradas. Uma das causas principais está ligada à qualidade dos materiais...

ler mais