Manutenção de estradas | Manual das melhores práticas

Manutenção de estradas | Manual das melhores práticas

por | jun 1, 2021

Porque temos tantos problemas com o asfalto?

A qualidade da pavimentação no Brasil é uma grande reclamação dos cidadãos. Isso porque muitas das nossas ruas apresentam más condições que impactam diretamente no desempenho do transporte. Isso é consequência direta da falta de manutenção de estradas.

Rodovias com problemas de infraestrutura, como buracos, ondulações e fissuras causam diversos problemas, desde aumento do custo operacional do transporte até acidentes.

É fundamental voltar a atenção para a manutenção de estradas. É uma maneira bem mais simples e rentável de garantir uma maior qualidade de vida para a população.

As formas de conseguir reverter a situação tão precária da infraestrutura rodoviária do Brasil é focar em manutenção de estradas, especialmente nas manutenções preventivas. As autoridades de transporte e infraestrutura precisam investir, fazer planejamentos, garantir obras de recapeamento, fazer gerenciamentos contínuos desses processos. Enfim, buscar melhorias para melhorar a qualidade da estrada do país e garantir maior segurança e mobilidade aos motoristas.

Mas porque nossas estradas possuem tantos problemas? De modo geral, existem diversas causas. Primeiramente, a falta de investimento em manutenção de estradas. Além disso, projetos mal executados, concreto betuminoso de má qualidade, pouco planejamento, inclusive a falta de tecnologias compatíveis com as condições climáticas do Brasil, por exemplo, o que gera fragilidade da pavimentação.

Entenda os problemas com a pavimentação asfáltica

A pavimentação asfáltica é um processo feito em várias etapas que precisam de planejamento. A maioria do nosso asfalto é feito de concreto betuminoso, uma mistura bem resistente e durável. Entretanto, é preciso fazer toda uma preparação da substância e do terreno para que o resultado final fique bem feito.

Com um planejamento que engloba detalhes do terreno, volume do tráfego, esgoto e drenagem, é possível iniciar as obras de pavimentação. Consiste em um serviço de terraplanagem, aplicação de uma camada de sub-base como reforço, e a base, que serve para resistir aos esforços dos veículos e distribuí-lo para as outras camadas.

A última etapa é a inclusão da camada de leito, feita com concreto betuminoso, chamado de CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente).

O concreto betuminoso é uma mistura produzida em uma usina de asfalto em Cariacica (ES), composta por agregado graduado e cimento asfáltico, produzida a altas temperaturas. Ela é aplicada e compactada a quente e seu objetivo é dar mais resistência, flexibilidade e durabilidade ao asfalto.

Quando a mistura do concreto betuminoso é feita de forma correta, e o planejamento de pavimentação é bem elaborado, evita-se problemas de infraestrutura.

Na teoria, a pavimentação deveria durar em média 8 a 12 anos. Mas, geralmente, em muitos locais, problemas como buracos, ondulações, fissuras e irregularidades surgem meses após a conclusão da obra.

Por esse motivo, é importante traçar um projeto eficiente de manutenção de estradas, seguindo algumas práticas que garantem a vida útil da estrutura e uma maior qualidade.

Práticas para uma boa manutenção de estradas

Como mencionado, a manutenção de estradas deve começar desde o projeto. É preciso fazer uma análise detalhada da estrutura, considerando os pontos econômicos e ambientais do espaço, definindo como vão ser feitos os serviços, o tipo de material utilizado, o concreto betuminoso etc.

É um momento fundamental para que a obra seja bem objetiva, evitando problemas e erros na manutenção de estradas.

Outro ponto importante é a definição do orçamento da obra pública. Isso é importante para a licitação e as despesas e custos devem ser definidos previamente para não atrapalhar o andamento da manutenção de estradas, garantindo a qualidade e o cumprimento de prazos.

É preciso ainda investir em fiscalização das obras de manutenção de estradas. Durante o processo, é preciso que a obra esteja sendo monitorada para que não haja problemas de atrasos, erros de execução e descumprimento de normas. O fiscal representa o contratante e garante o bom andamento do procedimento.

Investimento em modernização e implementação de recursos tecnológicos no projeto de manutenção de estradas garante a maior rapidez do processo, redução de custos, minimização de erros e uma maior produtividade e qualidade. Dessa forma, é mais fácil fazer o gerenciamento das obras e ter um maior rendimento.

Além disso, é preciso investimento em profissionais e materiais de qualidade. A manutenção de estradas é um procedimento muito importante para segurança e mobilidade, e deve ser feita com cautela. Investir em equipes de planejamento, ferramentas, materiais e tecnologias, garante uma maior qualidade de vida para toda a população.

A Vila Betume é uma usina de asfalto em Cariacica (ES) que oferece concreto betuminoso de alta qualidade e procedência, que garante durabilidade, flexibilidade e resistência aos pavimentos asfálticos, proporcionando maior estabilidade à manutenção de estradas.

Outras Postagens

Trincas no Asfalto: Quais as Causas e Como Corrigir?

Trincas no Asfalto: Quais as Causas e Como Corrigir?

Motivos de o Asfalto Ficar com Trincas A presença de trincas no asfalto é um dos desafios recorrentes enfrentados na manutenção das vias pavimentadas. Essas fissuras lineares são mais do que meramente um problema estético; elas comprometem a integridade estrutural da...

ler mais
Falhas na Pavimentação Asfáltica Que Podem Causar Problemas

Falhas na Pavimentação Asfáltica Que Podem Causar Problemas

Causas das Falhas na Pavimentação Asfáltica  As falhas na pavimentação asfáltica são o resultado de uma série de fatores complexos que podem comprometer a integridade e a durabilidade das estradas. Uma das causas principais está ligada à qualidade dos materiais...

ler mais